sábado, 14 de março de 2009

Mundo de Pernas pro Ar.

Nunca entendi direito esse mundo, sempre achei essas pessoas todas meio piradas.
Mas hoje me surpreendi.
Na realidade venho me surpreendendo há tempos.
Uma vez estava na redenção com um pessoal de preto, daqueles de pinta de mau. Nisso passou um senhor de uns 50 anos com sua namorada... fumando maconha.
Uma das moças que estava no nosso grupo comentou que o mundo anda de pernas pro ar, já que o pessoal "do preto" nem bebendo estava, enquanto "tiozinhos" passavam se chapando.
Realmente, não parecia muito do que era costume de mundo.
Hoje eu estava com minha namorada. Apenas conversando e trocando alguns beijos. Na volta para casa passo na frente de uma grande igreja, quase um ponto de referência da cidade. Na parte de baixo desta igreja existe um espaço, se eu não me engano é onde ocorrem reuniões de AA. Pois bem, paro na sinaleira e escuto um funk repetindo "dança da bundinha". Fiquei chocado, tive aquela sensação de "surtei". Olhei várias vezes para me certificar de que eu estava na frente de uma igreja e estava escutando aquilo mesmo. Sim, estava.
Como pode o mundo estar tão de pernas pro ar?
Um mundo onde rockeiros saem careta.
Um mundo onde pessoas adultas usam drogas em público.
Um mundo onde cabeludos são selecionados para estagiar no Foro Central. (sorte)
Um mundo onde casais apaixonados se comportam.
Um mundo onde os certinhos da faculdade de psicologia surtam, assim como psicólogos formados.
Um mundo onde alguém aponta uma arma para cobrar uma dívida de uma estatal (se entendi bem).
Enfim... um mundo onde igrejas realizam festas tendo como foco músicas das quais as letras promovem a promiscuidade e a banalização do sexo.
Realmente não entendo MESMO esses "humanos"...




Postado por Ricardo Ceratti.