segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Cartilha do Ser Humano.

Nós castramos muito a nós mesmos e uns aos outros com nossas regrinhas de comportamento e forma que as coisas "devem" ser.
Como DEVEMOS nos sentir, o que DEVEMOS pensar, como DEVEMOS agir.
E pra que? Para agradarmos aos outros? Para agradarmos aos "outros" que existem na nossa cabeça? Para sermos aceitos socialmente? Sério... pra que? Realmente não sei...
Acabamos perdendo a espontaneidade, a sinceridade para com nós mesmos. "Robotizamos".
Perdemos o que temos de mais verdadeiro.
E, no final, se esvai grande parte da graça de viver.




Postado por Ricardo Ceratti.